Guarda Mirim Botucatu

A Guarda Mirim Botucatu

Atua há mais de 40 anos na cidade de Botucatu, recrutando, selecionando e encaminhando adolescentes aprendizes para o mercado de trabalho.

Como instituição encaminhadora reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, a Guarda Mirim acompanha o jovem durante todo o processo de aprendizagem profissional.

Nosso maior objetivo é promover a inclusão social dos jovens por meio do desenvolvimento de habilidades e ingressa-lo ao mercado de trabalho.

Os jovens encaminhados pela Guarda Mirim Botucatu são contratados de acordo com a Lei da Aprendizagem – 10.099/2000 – possibilitando que as empresas parceiras cumpram com as obrigações trabalhistas e exigências do Ministério do Trabalho e Emprego no que se refere à colocação de aprendizes em seu quadro de funcionários.

Missão

Garantir aos menores os seus direitos fundamentais sem prejuízo de proteção integral, a fim de proporcionar o seu desenvolvimento físico, mental, espiritual e social em condição de liberdade e dignidade.

Visão

Nossa visão está fundamentada no auxilio social ao município, evitando que o jovem fique ocioso, tendo assim, fácil acesso às drogas e à prática de delitos.

Diferencial

A Guarda Mirim de Botucatu é uma Entidade não governamental sem fins lucrativos, de natureza assistencial, educacional, de caráter beneficente e filantrópico, que oferece aos jovens a oportunidade de qualificação e profissionalização para o primeiro emprego, na condição de aprendiz, auxiliando jovens entre 15 a 18 anos.

Dentre os principais pontos destacam-se a colocação no mercado de trabalho, embasada na lei do menor aprendiz, o projeto pré-profissionalizante, e a complementação educacional.

A Guarda Mirim Botucatu oferece cursos profissionalizantes aos Menores Aprendizes e toda a comunidade.

Valores

  • Dar suporte aos aprendizes e alunos para conquista profissional e pessoal;
  • Auxilio na integração entre instituição, empresa, família e escola;
  • Visão de acolhimento no trabalho;
  • Tratar a todos como queremos ser tratados;
  • Trabalho em equipe;
  • Comunicação aberta e honesta;
  • Valorização de relacionamentos significativos;
  • Trabalhar para fazer a diferença no mundo;
  • Garantir os direitos trabalhistas e previdenciários dos Jovens Aprendiz;